segunda-feira, 20 de junho de 2011

PERDÃO PELA METADE




Quando era criança eu, minha mãe e meu irmão viajamos para o interior do estado onde moravam meus avós paternos e minha tia com suas filhas e esposo.

Como nós éramos os netos que moravam mais longe, todas as vezes que os visitávamos éramos paparicados.

A cidade em si não tinha absolutamente nada de interessante, mas como lá moravam duas primas (uma com a idade de meu irmão e outra apenas um ano mais velha que eu) a diversão era garantida.

Em uma dessas tardes de brincadeiras, não me lembro ao certo o motivo mas acabei apanhando de uma das minhas primas. Ela deveria estar chateada por não ter algum brinquedo e então resolveu descontar na menor da turma.

Como eu era a caçula a comoção foi geral, e meu irmão resolveu tomar minhas dores.

Entre gritos e ameaças, conversas e diálogos ele se obrigou a perdoar a tal prima “malvada” e com isso as coisas se acalmaram.

No fim da tarde, quando tudo estava um pouco mais tranqüilo, sem nenhuma espécie de aviso prévio, meu irmão resolveu reconsiderar o perdão concedido.

Chegou de supetão e derrubou minha prima da rede.

Aquilo rendeu mais algumas horas de choro, gritaria, confusão e castigos. Para minha prima as coisas poderiam estar esclarecidas , mas meu irmão parecia não ter esquecido.

Ele simplesmente perdoou pela metade.

Você já imaginou qual seria o rumo de nossas vidas se Deus também não nos perdoasse por completo?

Imagine só se Jesus resolvesse que Zaqueu não merecia uma vida totalmente nova. Zaqueu muito provavelmente não restituiria aqueles a quem roubou.

E se ao invés de livrar a mulher adultera de todos os seus acusadores Jesus a livrasse apenas da metade deles? Ela com certeza não teria saído ilesa do tal julgamento de pedradas.

E se Deus só tivesse baixado metade do nível do mar vermelho para que o povo de Israel a pé e fugisse de Faraó? Somente os melhores mergulhadores do mundo sobreviveriam, quem sabe se César Cielo fosse Israelita pudesse nos contar a história depois.

...

Já ousou pensar em como seria se Jesus tivesse morrido pela metade?
Apenas a metade de nossos pecados estaria perdoada, e se considerarmos que pecamos dia a pós dia, essa metade seria muito mais do que suficiente para sermos condenados.

A grande diferença entre a personalidade perfeita de Cristo e a nossa é que Ele não desiste de seus propósitos.

Quando o seu propósito era sentir a tua dor Ele se fez carne e habitou entre nós. João 1 V14

Quando o seu propósito era te conhecer Ele “esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens;” Filipenses 2 v7

Quando o seu propósito era provar seu amor Deus, “Ele deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele acreditasse não perecesse, mas tivesse a vida eterna. “ João 3 v16

...

Quando escolheu morrer por ti foi até o fim.

“E, quando Jesus tomou o vinagre, disse: Está consumado. E, inclinando a cabeça, entregou o espírito.” João 19 v30

Ele não escolheu te amar pela metade, te proteger pela metade e muito menos te perdoar pela metade.

E quando Ele nos chamou para seguir seus passos seu desejo era que você agisse como Ele.

Amando por inteiro

“Amarás o teu próximo como a ti mesmo”

Cuidando por inteiro

E principalmente, perdoando por inteiro.

“E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores;” Mateus 6 v12

Não há verdade dentro de nossos corações se oramos pedindo o perdão de Deus quando não conseguimos conceder o perdão ao nosso irmão.

Para viver o completo de Deus é preciso deixá-lo completar nossos sentimentos.

Não há problema em deixar sobre Ele todas as angustias que te impedem de viver a liberdade do perdão.

Se você já conheceu o Deus que te perdoa por completo experimente acreditar no Deus que te ajuda a perdoar. E a perdoar sem deixar metades para trás.



“Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.” II Coríntios 5 v17



Att



Naiadi Balmant

2 comentários:

Gi disse...

Então estou chocada em saber que a prima malvada...kkkkkk

Bj fica com Deus!! amuuu vc..

Líderes da ORM da Estaca Pq. Pinheiros disse...

Achei muito interessante a forma como vc colocou algo de sua vida e fez essa parábola.